Vilanova Artigas – Os marcos do Curitibano que transformou São Paulo ganham destaque em seu Centenário

junho 29, 2015 em Eventos, Notícias

Centenário Vilanova Artigas | Crédito: Reprodução Itaú Cultural

Um dos grandes nomes da arquitetura brasileira, conhecido por revolucionar as construções paulistas, João Batista Vilanova Artigas celebraria, neste mês de junho, seu centésimo aniversário. Para comemorar a vida e obra do mestre, São Paulo oferece diferentes eventos e lançamentos divulgando seu incrível trabalho.

Até o dia 9 de agosto, o Itaú Cultural manterá uma programação contemplando o arquiteto. Por lá é possível conferir a Ocupação Vilanova Artigas, uma mostra de trabalhos, fotografias, desenhos, cartas e maquetes que dão um panorama geral sobre a produção arquitetônica do mestre. Além disso, no último dia 25 foi lançado o documentário “Vilanova Artigas: o arquiteto e a luz”. O filme mostra a trajetória do brasileiro pela visão de seus familiares, amigos, alunos e também por frequentadores atuais de seus edifícios. Estará em cartaz nas salas do Itaú Cultural até 22 de julho.

Para aqueles que querem ir mais a fundo e conhecer com detalhes a posição humanista de Artigas na arquitetura brasileira, Rosa Artigas e Marcos Artigas (respectivamente filha e neto do arquiteto), lançarão em breve um livro completo com análise de cerca de 40 projetos entre antigos, ideias não construídas e os planos piloto de Brasília (DF) e da reurbanização do Vale do Anhangabaú, em São Paulo. Foram cinco anos de pesquisas intensas e o lançamento está previsto para 1º de julho.

O Itaú Cultural ainda oferece outros eventos como encontros com os arquitetos Paulo Mendes da Rocha e Nabil Bonduki. A programação completa você pode conferir clicando AQUI.

Vilanova Artigas – Engenheiro e artista plástico, Artigas é da época em que não existiam cursos de arquitetura no Brasil. Foi então que em 1948, ao lado de Luís Inácio de Anhaia Melo, fundou a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAUUSP). Inicialmente, as aulas eram ministradas na zona central, porém em 1969 passaram para o atual prédio que, criado por Artigas, tornou-se um dos representantes do modernismo arquitetônico brasileiro. É uma pena que esta obra tão importante para o país venha sofrendo com a falta de manutenção e as inúmeras infiltrações.

Nascido em Curitiba, no Paraná, Artigas transformou as edificações e a forma como a população encarava as moradias. No Edifício Louveira, no bairro de Higienópolis, em São Paulo, deu fim à hierarquia entre as áreas social e de serviço. O prédio, projetado em 1946, é composto por duas torres paralelas que avançam sobre a Praça Vilaboim propiciando uma integração entre os espaços público e privado. Tão famoso e interessante, é tombado pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico) e um dos poucos prédios que permitem que os visitantes cheguem até o hall para conhecer um pouco mais de sua distribuição.

Artigas também foi o criador do projeto do Estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi, em São Paulo. A obra, entregue em 1953, segue o conceito do brutalismo e tem sua estrutura aparente de concreto armado. Mesmo criticado pelos construtores das novas arenas esportivas, o estilo do Morumbi é um dos marcos da Escola Paulista de Arquitetura.

Dentre seus outros grandes feitos estão o Conjunto Habitacional Zezinho Magalhães Prado, conhecido popularmente como CECAP, em Guarulhos (SP); o Cine Ouro Verde e o Museu de Arte de Londrina (PR).

Ocupação Vilanova Artigas, no Itaú Cultural (São Paulo) fica em cartaz até 9 de agosto | Crédito: RS Design

Ocupação Vilanova Artigas, no Itaú Cultural (São Paulo) fica em cartaz até 9 de agosto | Crédito: RS Design

Na mostra é possível conhecer vida e obra de Vilanova Artigas, do nascimento à morte | Crédito: RS Design

Na mostra é possível conhecer vida e obra de Vilanova Artigas, do nascimento à morte | Crédito: RS Design

A maquete, produzida este ano, representa a Casinha (de 1942) e a Casa de Vilanova Artigas (de 1949) | Crédito: RS Design

A maquete, produzida este ano, representa a Casinha (de 1942) e a Casa de Vilanova Artigas (de 1949) | Crédito: RS Design

Edifício Louveira, um dos marcos de Artigas em São Paulo | Crédito: Reprodução Wikipedia

Edifício Louveira, um dos marcos de Artigas em São Paulo | Crédito: Reprodução Wikipedia

Estádio do Morumbi também é uma das grandes construções de Vilanova Artigas | Crédito: Reprodução Wikipedia

Estádio do Morumbi também é uma das grandes construções de Vilanova Artigas | Crédito: Reprodução Wikipedia

Posts Relacionados: