Arquiteto de obras temporárias e sociais, Ban vence o Prêmio Pritzker

abril 16, 2014 em Notícias

Shigeru Ban - Projetos com papelão

Conhecido por seus projetos modernistas e também por sempre estar envolvido em trabalhos humanitários, o arquiteto japonês Shigeru Ban viu seu nome ganhar destaque nas últimas semanas ao se tornar o ganhador do Prêmio Pritzker de Arquitetura 2014.

Aos 56 anos de idade, Ban recebe inúmeros elogios por apostar constantemente em projetos econômicos que utilizam materiais de baixo impacto, custo reduzido e origem local. Ele, que assume sofrer forte influência da simplicidade e eficiência da carpintaria japonesa, também foi um dos principais profissionais da área a se dedicar à construção de abrigos para refugiados de guerra e desabrigados por desastres naturais.

Após o anúncio do Pritzker, Julie V. Iovine, especialista em arquitetura do Wall Street Journal, afirmou em crítica de 24 de março que nenhum outro profissional da área representaria tão bem o atual momento da arquitetura internacional ao dizer: “seria difícil imaginar outro arquiteto tão integrado a esse cenário que favorece a ampla relevância social no lugar de formas icônicas ao mesmo tempo em que se sobressai com projetos de rara beleza”.

Em seu amplo portfólio, Ban, que é fundador da VAN – Voluntary Architect’s Network, conta com inúmeros projetos humanitários como a catedral de papelão construída para a comunidade devastada pelo terremoto em Christchurch, na Nova Zelândia; e as obras feitas nas zonas afetadas pelo tsunami no nordeste do Japão. Além disso, apresenta diversos projetos temporários, porém grandiosos, como o Pavilhão Japonês criado inteiramente com materiais recicláveis para a Hannover Expo 2000, na Alemanha, e um estúdio feito de tubos de papel e montado para supervisão da obra do centro artístico Pompidou-Metz, na França.

Prêmio Pritzker – Tão importante a ponto de ser considerado o “Nobel da Arquitetura”, o Prêmio Pritzker foi criado em 1979 pela Fundação Hyatt e é entregue anualmente ao arquiteto que mais se destaca com projetos com solidez, beleza e funcionalidade. O Brasil marca presença na história do prêmio com Oscar Niemeyer e Paulo Mendes da Rocha, vencedores em 1988 e 2006 respectivamente.

Shigeru Ban - Divisórias em alojamento japonês

Shigeru Ban criou divisórias em alojamento japonês

Shigeru Ban - Catedral de Papel

Catedral de Papelão de Shigeru Ban na Nova Zelândia

Posts Relacionados: